domingo, 7 de novembro de 2010

PERDOAR É MUITO AMAR

Perdão é um ato de amor, de generosidade... de humanidade.Só quem se reconhece humano, falível, consegue compreender a naturalidade do perdão. Do alto de nosso orgulho, achamos que é insensato conceder o perdão a alguém."Não fui eu que errei."Não vemos com naturalidade os acertos nem os erros.... JULGAMOS!Supervalorizamos os nossos parâmetros e mágoas e nos fechamos neles.Sem perdoar, paralisamos a vida.Não perdoamos a nós nem a ninguém! Empacamos. Adoecemos. Como é possível viver bem
Não banalizar o erro, mas sair do pedestal, da redoma protetora e aprender a cada momento o que só vivendo o conseguiremos: amar e desenvolver atitudes mais solidárias, mansas.

Não somos nada, mas não lembramos disso. Iludimo-nos com os valores transitórios da vida.
Perdemos a simplicidade e só pensamos em reivindicar direitos.
Amar a quem se tem apreço é fácil.
E amar o inimigo, o chato, aquele que criticamos?
Se não o conseguirmos, eles se tornarão os nossos grilhões.
Por que não refletir sobre a sugestão contida na Oração de São Francisco?
"Senhor, fazei que eu procure mais:
Consolar que ser consolado,
Compreender que ser compreendido,
Amar que ser amado,
Pois é dando que se recebe,
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna."
"Perdoar é muito amar".
O perdão é mais importante do que a razão.
O perdão é amor.
A regra às vezes só serve para fundamentar e suprir a nossa vontade.
Distanciamo-nos uns dos outros, divididos em certos e errados, enquanto o principal objetivo deveria ser a paz e a união.
... "Perdoar é muito amar"

Artigonal SC #3486999
Larissa Tâmara De Melo - Perfil do Autor:
Auditora Fiscal da Receita Federal, Pós Graduada em Direito pela USP, Bacharel em Psicologia pela UNIMAR. Atua em diversas palestras, nacionais e internacionais na área criminalística, previdenciária, penal e civil.
Psicoterapia individual de crianças, adolescentes e adultos.
Psicoterapia familiar.
Psicoterapia conjugal.

Nenhum comentário:

Amor é um fogo que arde sem se ver, é ferida que dói, e não se sente; é um contentamento descontente, é dor que desatina sem doer.É um não querer mais que bem querer; é um andar solitário entre a gente; é nunca contentar se de contente; é um cuidar que ganha em se perder.É querer estar preso por vontade; é servir a quem vence, o vencedor; é ter com quem nos mata, lealdade.Mas como causar pode seu favor nos corações humanos amizade, se tão contrário a si é o mesmo Amor? Luis de Camões

Amor Felíz

Dicas para namoro, noivado, casamento e relacionamentos amorosos em geral.

Simpatias, magias de sedução, receita de perfumes, dicas de estérica, astrologia, cartomancia e muito mais.


QUE VOCÊ TENHA UM AMOR MUITO FELÍZ!

.

NAVEGUE PELO BLOG E LEIAS DICAS LEGAIS

OS RELACIONAMENTOS SÃO COMPLEXOS.
PRECISAMOS DISPOR DE RECURSOS PLURAIS.
POR ISSO AQUI VOCÊ ENCONTRA TEXTOS SOBRE AMOR E AUTOESTIMA, BANHOS DE ATRAÇÃO, MAGIAS,
TERAPIAS ALTERNATIVAS, ESTÉTICA, E MUITO
MAIS.
TODAS AS CATEGORIAS DE POSTAGENS SÃO ATUALIZADAS REGULARMENTE.

SEJA BEM VINDA OU BEM VINDO!
E OBRIGADA PELA VISITA!

Postagens populares

POMBA GIRA CIGANA

POMBA GIRA SETE SAIAS DO CABARÉ