quinta-feira, 18 de agosto de 2011

RELACIONAMENTOS MODERNOS

Relacionamento Conjugais Dos Tempos Modernos

Autor: DR. FLAVIO MARCOS ALMEIDA

UMA JOVEM, UMA DÚVIDA - A SEPARAÇÃO OU O FORTALECIMENTO DA RELAÇÃO CONJUGAL
Olha jovem! Fiquei pensando que exagerei nos "conselhos". Quero deixar claro que essa não foi minha intenção. Entendo que esteja havendo sofrimento por parte de todos.
Acontece que fiquei aflito em perceber que voce deve ter levado muito tempo para tomar uma decisão e mais ainda pra criar coragem de se separar. E percebo que retroceder agora vai ser prejudicial para voce. Talvez se arrependa e crie expectativas em todos, que depois, não conseguirá cumprir.
Vejo isso acontecendo o tempo todo no escritório. Apesar de ter fama de "provocar separações", os psiquiatras, psicólogos e os advogados, mas eles não tem poderes para isso, nem interesse. É claro que alguns profissionais, sem bom-senso, acabam piorando as coisas entre alguns casais.
Os advogados, psicólogos e psiquiatrias, defendem que a separação às vezes é melhor que perpetuar conflitos e sofrimentos virtualmente infindáveis
Vejo muitas situações em que os relacionamentos são mantidos pela teimosia de um e a covardia de outro.
Comprovadamente, o clima tenso de insatisfação e frustração, de um lado, raiva e rancor, de outro, levam à infelicidade de todos no ambiente. Mesmo assim, a proposta de separação é dolorosa, e por isso, é mais cômodo, "irmos levando com a barriga".
Essa é a "Lei do Menor Esforço" que nós, seres humanos, frágeis que somos, preferimos.
No entanto, nem sempre o "menor esforço" é de fato "menor". Em psicologia, existe uma metáfora que diz: "se você jogar um sapo em um caldeirão de água escaldante, ele bate as patinhas na água e dá um jeito de sair, imediatamente, quase voando. Agora, se você põe o sapo num caldeirão de água morna, e vai aumentando a temperatura bem lentamente, ele morre cozido sem perceber"...
Essa era a primeira coisa que queria te dizer. A tomada da decisão e a ação correspondente.
A segunda coisa é a seguinte: não se sabe o que faz um casamento dar certo. Sabe-se o que faz dar errado: casar pra sair de casa (fugir da família); casar com alguém que não coaduna dos mesmos valores e conceitos que você; e terceiro, mesmo que você se case com alguém igual a você, se esse alguém não crescer na mesma direção e ritmo que você, cedo ou tarde, haverá ruptura. A pessoa não precisa ter a mesma profissão que você ou ganhar o mesmo tanto, mas tem que estar à sua altura, crescer com você, na sua direção. Assim, vamos progredindo e mudando sistematicamente, sem que nada seja combinado, ocorre tacitamente, como num casal de dançarinos bem compassados.
Tem um articulista da Veja, o Stephen Kanitz, que escreveu uma vez: "estou casado pela sexta ou sétima vez"..."...com a mesma mulher!"...."Isso mesmo, eu me casei nos anos 70, e da mesma forma, como a decoração da minha casa não segue mais o estilo dos anos 70, minha mulher não é a mesma com quem me casei, nem eu sou o mesmo homem com quem ela se casou. Crescemos e progredimos juntos, passamos por ciclos e fases diferentes e só continuamos juntos porque não houve descompasso".
A terceira coisa que tenho para te dizer é que, mesmo quando há a separação, isso não quer dizer o fim. Talvez, metaforicamente, tenha havido um momento em que o casal de dançarinos teve que parar a dança, para corrigir o compasso que começou a desandar...E daí, não tem outro jeito, poucos são os que conseguem harmonizar o ritmo dos dois novamente durante a dança, sem interrupções.
Na prática, nesse momento, em que nos afastamos do par, avaliamos o que vínhamos fazendo, olhamos para nosso par, olhamos para nós ("insight") e analisamos o que começou a dar errado, para refazermos os passos
A decisão em parar e mudar nem sempre é mútua. Geralmente uma parte fica sofrendo mais que a outra. Todos sofrem. A parte que se afasta é a mais "responsável" pelo processo que virá a seguir. Podem tanto retomar quanto se separar em definitivo
O que não se deve fazer é tomar a decisão precipitadamente, nem para um lado nem pro outro. É preciso analisar bem. E tentar fazer isso sozinho é difícil. Daí entra um terapeuta (psicólogo ou psiquiatra) de bom-senso, para ajudar voce a enxergar o que não consegue enxergar. É o "instrutor de dança".
Você tem sofrido mais do que o necessário porque teme ter se decidido erroneamente. Sente-se culpado pela dor de todos. A culpa e a raiva não são boas conselheiras. Busque alguém aí, bem recomendado, que possa te ajudar.
A psicoterapia não é coisa para "loucos, frouxos, etc". É coisa pra quem tem coragem de olhar pra dentro de sua ferida e mexer nela, por mais doloroso que seja, na busca da melhora.
A psicoterapia é indicada nos momentos de crise da vida. "Crise" quer dizer mudança. Nâo necessariamente "mudança" de casado para separado. Pode ser de "casamento infeliz" para "casamento feliz". Talvez vocês só precisem ajeitar o compasso novamente
Existe um conto chinês, que diz que numa certa província, outrora muito próspera, houve uma enchente devastadora, e depois, uma seca violenta. As plantações se perderam e o estrago foi tão grande, que os agricultores não tinham, sequer, sementes para o replantio. Desesperados, procuraram o velho sábio da região (pelo jeito, na China, eles têm sábios por todos os lados.). Este, depois de ouvir atentamente as lamúrias dos aldeões, disse: "procurem as sementes revolvendo a terra das antigas trilhas por onde passava o carregamento da produção, na época da fartura". De fato, debaixo da terra ressequida, revolvendo-a, havia uma terra mais úmida, que protegeu algumas sementes e fez germinar brotos.
Muitas vezes, a chance de renascimento da "plantação" está bem debaixo de onde ela já existiu, com fartura e prosperidade
Dr. Flavio Marcos Almeida
OAB/MG 12294

http://www.artigonal.com/casamento-artigos/relacionamento-conjugais-dos-tempos-modernos-695622.html
Perfil do Autor

DR FLAVIO MARCOS ALMEIDA, EXERCEU A FUNÇÃO DE SECRETÁRIO ADJUNTO DE GOVERNO E ESPORTES DA CIDADE DE SANTA BARBARA-MG, NO PERÍODO DE 2007 Á 2008, EXERCEU A FUNÇÃO DE COMISSÁRIO DE JUSTIÇA DA VARA DA INFÃNCIA E DA JUVENTUDE DA COMARCA DE VIÇOSA-MG,NO PERÍODO DE 2005 A 2008, ATUALMENTE EXERCE A ADVOGACIA DO RAMO DO DIREITO CRIMINAL E EMPRESARIAL, PERTECENTE AO QUADRO DA OAB DE MINAS GERAIS.

Nenhum comentário:

Amor é um fogo que arde sem se ver, é ferida que dói, e não se sente; é um contentamento descontente, é dor que desatina sem doer.É um não querer mais que bem querer; é um andar solitário entre a gente; é nunca contentar se de contente; é um cuidar que ganha em se perder.É querer estar preso por vontade; é servir a quem vence, o vencedor; é ter com quem nos mata, lealdade.Mas como causar pode seu favor nos corações humanos amizade, se tão contrário a si é o mesmo Amor? Luis de Camões

Amor Felíz

Dicas para namoro, noivado, casamento e relacionamentos amorosos em geral.

Simpatias, magias de sedução, receita de perfumes, dicas de estérica, astrologia, cartomancia e muito mais.


QUE VOCÊ TENHA UM AMOR MUITO FELÍZ!

.

NAVEGUE PELO BLOG E LEIAS DICAS LEGAIS

OS RELACIONAMENTOS SÃO COMPLEXOS.
PRECISAMOS DISPOR DE RECURSOS PLURAIS.
POR ISSO AQUI VOCÊ ENCONTRA TEXTOS SOBRE AMOR E AUTOESTIMA, BANHOS DE ATRAÇÃO, MAGIAS,
TERAPIAS ALTERNATIVAS, ESTÉTICA, E MUITO
MAIS.
TODAS AS CATEGORIAS DE POSTAGENS SÃO ATUALIZADAS REGULARMENTE.

SEJA BEM VINDA OU BEM VINDO!
E OBRIGADA PELA VISITA!

Postagens populares

POMBA GIRA CIGANA

POMBA GIRA SETE SAIAS DO CABARÉ